domingo, 23 de setembro de 2012

A História de Zé Coração


Zé Coração

 A história de Zé Coração

Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará (Sl 37:5)

Este é o Zé Coração. 
Vocês sabem por que ele tem esse nome? 
É porque o seu rosto tem o formato de coração. Ele é um menino mal humorado, por isso, não tem amigos. (mostrar)

Ele tem olhos tristes (mostrar). 
Seus olhos só vêem o defeito dos seus colegas. Ele não acha nada bonito. 
Para ele, o mundo e a vida são horríveis. Ele não se alegra com nada. Qualquer coisa é motivo de choro.

Seus ouvidos são tristes (mostrar). 
Ele só gosta de ouvir piadas picantes, indecentes, zombarias e palavrões.

Da sua boca, só saem palavrões, mentiras... (mostrar). 
Ele fala mal de todos, põe defeito nos colegas... ele é malcriado, responde com desrespeito aos professores, às autoridades. Ele não respeita ninguém.

Tic-tac, tic-tac! (mostrar). 
Ele não tem tempo para ajudar aos outros. Além disso, ele também só chega atrasado nas aulas.
Seus pés, como todo o seu corpo, também é triste (mostrar). Eles vão a lugares que não agradam a Deus. Eles costumam ser usados para fazer os colegas tropeçarem e para praticarem coisas más.

E suas mãos? Delas também só sai tristeza. Zé as usa para roubar coisas de seus colegas, como lápis, dinheiro, caneta e borracha. Os professores já não sabem o que fazer com ele.
Embora já tenha sido expulso de várias aulas e já tenha freqüentado muitas escolas, Zé Coração não se corrigiu.

Um dia, apareceu em sua escola, um menino chamado Beto. 
Beto era um menino feliz e ao contrário de Zé Coração, gostava de fazer amizades.
Por ser muito simpático, Beto logo conquistou a amizade de Zé. E, num instante, Beto já estava falando de Jesus e do amor de Deus para o Zé. Ele até mostrou um versículo na Bíblia, que dizia:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Beto mostrou a Zé Coração, que o amor de Deus por ele e por toda a humanidade havia sido tão grande, que Ele enviou Seu único filho, Jesus Cristo, para morrer numa cruz pelos nossos pecados, nossos erros. E aquele que crer no sacrifício de Jesus não apenas terá vida eterna, mas terá também uma vida com objetivos, uma vida mais feliz.

Zé Coração sentiu o amor de Deus por ele, reconheceu as coisas erradas que fazia, e ele resolveu entregar sua vida a Jesus Cristo, pedindo-lhe para mudar, totalmente, o seu modo de ser. 
E Jesus ouviu o pedido de Zé, transformando sua vida. Agora, ele é um menino feliz. (mostrar)

Tic-tac, tic-tac. Agora, Zé Coração tem tempo para ajudar aos outros. 
Além disso, ele passou a chegar cedo na escola.(mostrar).

Os seus olhos, agora, enxergam o mundo lindo que Deus criou. Zé, agora, sabe ver as qualidades dos outros (mostrar).

Ele também gosta de ouvir só coisas boas. Os seus ouvidos estão sempre alegres, agora (mostrar).

Os seus pés passaram a andar só em lugares que agradam a Deus. Eles também são alegres. (mostrar)

As suas mãos, agora, vivem dispostas a ajudar os outros. E ele já não tira mais nada dos outros. Suas mãos são alegres. (mostrar)

Quanto à sua boca, dela, hoje, só saem palavras agradáveis, de estímulo e companheirismo.

Hoje, todos notam a transformação que Jesus fez na vida de Zé. Seus colegas e professores tornaram-se seus amigos e Zé, passou a ter, agora, uma vida repleta de sentido, uma vida cheia de razão, feliz.

“Entregue sua vida a Jesus e tenha uma vida transformada, como a vida de Zé Coração.”








Texto Extraído do blog Atividades Evangélicas

sábado, 22 de setembro de 2012

Para Refletirmos

A Reunião de Satanás

Satanás convocou uma Convenção Mundial de demônios.
Em seu discurso de abertura, ele disse:
"Não podemos impedir os cristãos de irem à igreja.Não podemos
impedi-los de ler as suas Bíblias e conhecerem a verdade. Nem mesmo
podemos impedi-los de formar um relacionamento íntimo com o seu
Salvador. E, uma vez que eles ganham essa conexão com Jesus, o nosso
poder sobre eles está quebrado."

"Então, vamos deixá-los ir para suas igrejas, vamos deixá-los com os
almoços e jantares que nelas organizam, MAS, vamos roubar-lhes o TEMPO
que têm, de maneira que não sobre tempo algum para desenvolver um
relacionamento com Jesus Cristo".

"O que quero que vocês façam é o seguinte", disse o diabo:
"Distraia-os a ponto de que não consigam aproximar-se do seu
Salvador!"

- Como vamos fazer isto? Gritaram os seus demônios.

 Respondeu-lhes:

"Mantenham-nos ocupados nas coisas não essenciais da vida e inventem
inumeráveis assuntos e situações que ocupem as suas mentes. Tentem-nos
a gastarem, gastarem, gastarem e tomar emprestado, tomar emprestado!
Persuadam as suas esposas a irem trabalhar durante longas horas e os
maridos a trabalharem de 6 à 7 dias por semana, durante 10 à 12 horas
por dia, a fim de que eles tenham capacidade financeira para manter os
seus estilos de vida fúteis e vazios."

"Criem situações que os impeçam de passar algum tempo com os filhos.À
medida que suas famílias forem se fragmentando, muito em breve seus
lares já não mais oferecerão um lugar de paz para se refugiarem das
pressões do trabalho".

 "Bombardeiem as suas mentes com noticias, 24 horas por dia. Estimulem
suas mentes com tanta intensidade, que eles não possam mais escutar
aquela voz suave e tranqüila que orienta seus espíritos. Encham as
mesinhas de centro de todos os lugares com revistas e jornais. Invadam
os momentos em que estão dirigindo, fazendo-os prestar atenção a
cartazes chamativos. Inundem as caixas de correio deles com papéis
totalmente inúteis, catálogos de lojas que oferecem vendas pelo
correio, loterias, bolos de apostas, ofertas de produtos gratuitos,
serviços e falsas esperanças."


 "Mantenham lindas e delgadas modelos nas revistas e na TV, para que
seus maridos acreditem que a beleza externa é o que é importante e
eles se tornarão mal satisfeitos com suas próprias esposas. Mantenham
as esposas demasiadamente cansadas para amarem seus maridos à noite, e
dê-lhes dor de cabeça também. Se elas não dão a seus maridos o amor
que eles necessitam, eles então começam a procurá-lo em outro lugar e
isto, sem dúvida, fragmentará as suas famílias rapidamente."

 "Dê-lhes Papai Noel, para que esqueçam da necessidade de ensinarem
aos seus filhos, o significado real do Natal."

"Dê-lhes o Coelho da Páscoa, para que eles não falem sobre a
ressurreição de Jesus, e o Seu poder sobre o pecado e a morte."

"Até mesmo quando estiverem se divertindo, se distraindo, que seja
tudo feito com excessos para que, ao voltarem dali, estejam
exaustos!".

 "Mantenha-os de tal modo ocupados que nem pensem em andar ou ficar na
natureza, para refletirem na criação de Deus. Ao invés disso, mande-os
para Parques de Diversão, acontecimentos esportivos, peças de teatro,
concertos e ao cinema. Mantenha-os ocupados, ocupados."

"E, quando se reunirem para um encontro, ou uma reunião espiritual,
envolva-os em mexericos e conversas sem importância, para que, ao
saírem, o façam com as consciências pesadas".

"Encham as vidas de todos eles com tantas causas nobres e importantes
a serem defendidas que não tenham nenhum tempo para buscarem o poder
de Jesus".

"Muito em breve, eles estarão buscando em suas próprias forças, as
soluções para seus problemas e causas que defendem,  sacrificando sua
saúde e suas famílias pelo bem da causa."

 - Isto vai funcionar! Vai funcionar ! - Os demônios ansiosamente
partiram para cumprirem as determinações do chefe, fazendo com que os
cristãos, em todo o mundo, ficassem mais ocupados, e mais apressados,
indo daqui para ali e vice-versa, tendo pouco tempo para Deus e para
suas famílias. Não tendo nenhum tempo para contar aos outros sobre o
poder de Jesus para transformar vidas.



Creio que a pergunta é:
Teve o diabo sucesso nas suas maquinações?

Extraído do Blog Atividades Evangelicas

sábado, 28 de abril de 2012

Papel dos Pais


"Porque o mandamento é lâmpada, e a lei é luz, e as repreensões da correção são o caminho da vida". Pv 6:23


A palavra de Deus nos orienta a disciplinar nossos filhos pois é um gesto de amor.

Muitos pais tem medo de não serem aprovados e perder a amizade de seu filhos, se os disciplinarem ou se disserem “não” para eles.

A verdade é que a criança precisa aprender a lidar com a frustração desde pequena  e  quando for  adulta ela não terá dificuldades quando for fazer algo que não goste, ou quando estiver  diante de algum projeto ou tarefa,  e  de repente ouvir um “não”. Ela irá aceitar e conseguirá lidar com isso da forma correta.Sem ficar desestabilizada emocionalmente. Isso porque passou por um processo de treinamento quando pequena. Esse treinamento chama-se LIMITES.


Você já ouviu falar que existem pais que trabalham loucamente para construir um império? E a resposta do motivo disso é que é para seus filhos.

Existem pessoas que dão a vida por suas  empresas para deixarem um legado para o filho, depois que morrem o filho em pouco tempo caba com tudo, e quantos empresários não tem confiança em passar o seu legado para seus filhos por não sentirem que eles são pessoas responsáveis. Muitas vezes isso acontece porque os pais estão mais preocupados em  matar o leão para seus filhos do que ensinar seus filhos a serem matadores de leão.

Veja só o exemplo da palavra de Deus:

Davi chamou Jessé para matar o leão que vinha devorar as ovelhas de seu pai? E quanto ao urso ?

NÃO, ele mesmo fazia quando necessário.

Davi aprendeu a matar Leões e superar os seus desafios confiando no Senhor.

Que o Senhor nos de sabedoria para educar os nossos filhos e ensina-los no caminho certo.

Ensiná-los a serem vencedores.

Afinal eles não precisam de um império. Eles precisam saber  e aprender a vencer as dificuldades da vida.

Precisam conhecer quem os pode fazer mais que vencedores: Jesus.

Que o Senhor no de Graça nisso em nome de Jesus.Amém.



Volmir José de Bona




terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

sábado, 25 de dezembro de 2010

Siga em Frente !




Muitos seguidores de Jesus ouviram isso e reclamaram: —O que ele ensina é muito difícil! Quem pode aceitar esses ensinamentos?” João 6:60



Muitos achavam duras as palavras de Jesus. Ele foi forte e corajoso para continuar a sua missão, mesmo não agradando a todos. Ele seguiu em frente. Ele foi rejeitado.

Rejeitar significa lançar fora, expelir, lançar de si. Muitos que tiveram a oportunidade de segui-lo, lançaram Jesus fora. Talvez Jesus tenha se entristecido com isso, mas Ele continuou.
E como cristãos precisamos estar cientes que nem sempre seremos aceitos por todos, mas mesmo assim precisamos continuar anunciando a mensagem do evangelho a todos. O nosso campo missionário é onde estamos, na nossa casa, no nosso trabalho, em todo lugar que pisamos.

Muitos vão nos olhar torto, falar mal, virar a cara, rir de nós, falar que somo alienados... parece triste, mas é verdade!

Mas isso não pode ser motivo para nos fazer desistir. Precisamos fixar na nossa mente no alerta que Jesus nos deixou:

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. João 16:33
E junto com Jesus venceremos o mundo!!!

Não precisamos agradar a todos, mas precisamos agradar a Deus. Esse é o nosso alvo.

Que Deus os abençõe!!!

Adriane Melo de Bona

domingo, 5 de dezembro de 2010

Uma Tarde Especial Para as Nossas Crianças


Projeto: Dia das Crianças na Igreja

· Justificativa: Assim como todas as datas comemorativas não poderíamos deixar de proporcionar a nossas crianças um dia especial e divertido para elas. Pensando nesse momento a Igreja Ágape de Matinhos irá proporcionar uma tarde de domingo com atividades lúdicas e recreativas para todas as crianças da igreja e também do nosso entorno, com a possibilidade de integrarmos as crianças ao ambiente da igreja.
· Objetivo Geral:
- Proporcionar as crianças uma tarde de atividades recreativas.
· Objetivo Específico:
- Desenvolver atividades lúdicas;
- Fazer com que a criança interaja ao ambiente religioso;
- Despertar nas crianças o sentimento de solidariedade e de amizade e não competitivo;
· Oficinas desenvolvidas:
- Oficina de Arte: Atividades de pintura, recortes e colagens (A oficina será aberta para todas as idades, e a criança poderá entrar e sair a hora que quiser, desde que não faça bagunça ou se a sala estiver lotada);
- Oficina de Pintura no rosto: Um monitor fará a pintura nas crianças, pintura simples;
· Brincadeiras Livres: Pula corda, pula-pula.
Pula – Pula: O pula pula ficará a disposição de todas as crianças no salão da igreja, terá uma monitora para supervisionar a entrada e saída das crianças.
· Brincadeiras no salão da igreja:
É importante salientar que as brincadeiras não poderão passar de 20 minutos para cada grupo pois uma brincadeira ou atividade longa deixará a criança enfadada e torna a atividade cansativa. Essas atividades a seguir serão para trabalhar com todas as crianças juntas.

-Abertura das atividades:
Será feita uma introdução seguindo o cronograma:
1 Palavras de boas vindas
2 Oração
3 Explicar as regras as crianças: não pode empurrar, não pode brigar, respeitar o colega, proteger os menores, essas atividades são para se divertir, aqui não existe o melhor, somos todos irmãos, amo todos vocês!
4 Vale Presente: Oba, presente, qual criança não gosta de presente? Será explicado para as crianças que todas elas terão direito a uma lembrança, sendo que cada criança no final da tarde, na saída elas ganharão um vale presente e este presente será entregue no culto da noite. Encontramos no vale presente uma maneira de trazer para a igreja os pais e visitantes.
Atividades de abertura:
14:00 - Aeróbica: Uma ótima atividade onde a criança terá que imitar a professoras com passos de dança e movimentos repetidos.
Idade: Todas
Duração: 20 minutos (4 músicas)
- Concurso de estourar bexiga, 10 minutos;
- Dança da laranja: 15 minutos;
- Dança da cadeira: 20 minutos;
-Corrida do saco: 15 minutos;
-Calça sapatos: 20 minutos;
- Pesca Peixe: 20 minutos;
16:00 às 16:30 Hora do Lanche
1 Fazer fila
2 Lavar as mãos
3 Oração
16:30 às 16:50- Hora do Filme: Passar um filme rápido depois do Lanche sobre uma história bíblica(filme do MIDINHO) , desenvolver um questionário oral, nada escrito, as crianças que responderem ganhará doces e balas. 20 minutos;
16:50 – Liberar o pula-pula
17:00 – Encerramento

Conclusão: fizemos o nosso primeiro dia das crianças na Igreja Ágape de Matinhos. Foi muito bom. Ficou bem organizado e as crianças se divertiram muito.
Dicas:
Eles amaram a oficina de artes.
Deve ser proibido ficar no pula-pula enquanto as crianças estiverem na gincana, pois na metada das brincadeiras muitas querem abandonar a gincana para ficar no pula-pula.

Que Deus os abençoe.

Adriane Melo de Bona

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

"Perdão"




Você sabia que Deus estabeleceu o padrão para o perdão??


Temos facilidade em falar sobre o perdão, mas dificuldade em praticá-lo.Muitas vezes guardamos ressentimentos justificáveis, ou seja , quando de fato temos motivos para ficarmos magoados, ressentidos ...Quando o ofensor se arrepende (nem sempre isso acontece) procuramos sinais verdadeiros desse arrependimento. Quando o ofensor não se arrepende, relembramos a eles da sua necessidade de arrependimento antes de perdoá-los.Deus concedeu perdão livremente através do sangue de Jesus. Nós também devemos conceder o perdão livremente, sem exigir pagamento por ele.

Deus estabeleceu o padrão para o perdão. É verdade.

Podemos entender isso através do que diz em Mateus 6:14-15, vejamos:"Por que se perdoades aos homens as suas ofensas, também vosso pai celeste vos perdoará; se porém não perdoades aos homens , tampouco vosso pai celeste perdoará as vossas ofensas".
Deus só pode nos perdoar a medida que estamos dispostos a perdoar os outros.Queremos que ser perdoados por Deus pela Sua misericórdia, pórém retemos as ofensas daqueles que nos tem ofendido.Essa prática não funcional no Reino Espiritual.A falta de perdão pode ter como resultado doenças físicas e mentais. Frequentimente a falta de perdão é a base para formação de fortalezas demoníacas.
Deus nos instruiu também a perdoamos os nosssos irmãos antes de orarmos.

"E quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém perdoai, para que o vosso pai celeste vos perdoi as vossas ofensas" Marcos 11:25

Para que possamos caminhar na fé precisamos ter atitudes corretas com outras pessoas.

Se nós ofendemos devemos iniciar o processo de perdão.
Se nós fomos ofendidos também devemos iniciar o processo de perdão.

Lembre-se : O Pedão não é um sentimento, é uma atitude.


Glória a Deus por tordas as coisas

Que Deus abençõe a todos!

Adriane de Melo De Bona


Fonte: Livro Casados para Sempre


Digite o assunto que você quer encontrar neste blog!

Carregando...